27.11.14

parabéns José, parabéns a nós


À boleia dos ventos do norte, embalados no aconchego da ternura, os 25 chegaram.
Olhando para a fotografia, uma semana e cinco dias mais velha, não posso dizer que continuo com os mesmos níveis de harmonia... Os ares da Islândia são especiais, mas é preciso senti-los no rosto.
Há dois anos atrás, 15 de novembro foi também o dia que escolhi para iniciar este blogue depois de ter terminado outro numa data igualmente simbólica. Em retrospetiva reparo que caio sempre na tentativa de assinalar a mudança e de preferência em datas que diminuam a probabilidade de me esquecer. Mas, tal como a memória, a razão falha-me como as notas de 500! Se mudei alguma coisa nos últimos dois anos, não tive muito mérito. Talvez reclame em meu favor o poder das escolhas. Ou talvez nem isso.

Vendo bem, com 25 anos ninguém quer reclamar um espírito sereno. Haverá sempre dias.

Parabéns José


Mia Couto disse algures:

"A saudade é uma tatuagem na alma.
Só nos livramos dela perdendo um pedaço de nós." 

O sacana continua a ter razão.



6 comentários :

  1. Sou nova por aqui, mas entusiasmada com estas imagens lindas que nos dá. Diga-me: estas fotografias em que aparece são tiradas por si com tripé ou por outrem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh.. obrigada! :)
      as fotografias em que apareço na maior parte das vezes são tiradas por outra pessoa. eventualmente uso o tripé.
      Beijinho beijinho. Bem-vinda, Miú!

      Eliminar
  2. Muitos parabéns por ambos os acontecimentos!
    Adoro a delicadeza com que escreves; vir aqui é quase como cheirar uma flor, ou fazer festinhas num gato! ... É bom! Gosto!
    Muitas felicidades muitos anos de vida :)
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi sem dúvida das coisas mais bonitas que me disseram nos últimos tempos... Obrigada ♥♥
      Mil beijos e um bom fim de semana!

      Eliminar
  3. Cada vez que te leio tenho mais saudades tuas ������

    ResponderEliminar
  4. ..dá-me um aperto no coração estar a ler as tuas doces palavras, acompanhado por essa foto que dá vontade de agarrar e entrar dentro..
    Tudo em TÍ é indiscritivelmente belo.

    ResponderEliminar