26.8.15

tempo vs observar vs fotografar vs extremo vs médio


Quando tudo é novo, não é fácil encontrar o equilíbrio entre o que se vê a olho nu e o que se vê através da lente.
Este senhor veio de muito longe, Vladivostok. Uma cidade portuária russa próxima das fronteiras com a Coreia do Norte e China. Viajou do Extremo Oriente ao Médio Oriente com a curiosidade (da boa) como bagagem principal .
O estado de ansiedade era constante: queria ver tudo e fotografar tudo o que via. 
Confesso que durante as visitas dava por mim a tentar localizá-lo. Lá estava ele sempre em último, sempre a correr. A máquina em riste e o eterno duelo entre observar e fotografar. 
Esta imagem é a soma disso tudo. Pediu à esposa (uma senhora de admirável paciência) para lhe tirar uma fotografia com o maravilhoso enquadramento das montanhas da Jordânia, duvido que se veja o rosto em alguma... 

Mas desengane-se quem pensa que ele estava a tentar coleccionar a chamada fotografia artística. Simplesmente não conseguia posar sabendo que tinha um mundo atrás das costas para absorver/observar.

4 2

Jordânia
Diário Médio Oriente. março, 2015

2 comentários :

  1. Não é mesmo fácil encontrar-se esse equilibrio... Lindas fotos, adoro a primeira ;)

    Beijinho

    ResponderEliminar