10.8.16

o gato Baikal...


... que sabendo a água doce ainda lhe desconfia da doçura.

9 1 2 3 5 6 8

Lago Baikal, Listvyanka
Rússia
 Diário Transmongoliano - julho, 2016

8.8.16

4.8.16

Há lugares...


onde o tempo se faz de outra forma.
onde as bicicletas cor de rosa são ainda mais giras.
onde as distâncias têm a medida certa.

10 6 2 17 16 18 11 12 13 14 15 9

Mongólia
Diário Transmongoliano. julho, 2016

1.8.16

doce Agosto,

três coisas.

4
1. Uma viagem que carece de reflexão.

2 1
2. Estados que carecem de mudança.
E vitalidade.

3
3. Um carteiro que conhece a importância do primeiro dia do mês.

7.6.16

Moderato Cantabile


'O homem decidiu-se a regressar à cidade, para longe daquele parque. À medida que se afasta, o cheiro das magnólias diminui, cede o lugar ao do mar.
Anne Desbaresdes come um pouco de pudim gelado para que a deixem em paz.
O homem voltará involuntariamente para trás. Redescobre as magnólias, as grades, e as janelas ao longe, sempre iluminadas, sempre. Tem de novo nos lábios a canção escutada esta tarde, e na boca um nome que há de pronunciar numa voz um pouco mais alta. O homem passa diante da casa.
Ela pressente-o. A magnólia entre os seus seios murcha, percorre o verão no espaço de uma hora. O homem em breve se afastará do parque. Afastou-se. Anne Desbaresdes continua num gesto interminável a supliciar a flor.
— A Anne não ouviu.
Ela tenta alargar o sorriso, já não consegue. Repetem. Leva uma última vez a mão à desordem loura dos cabelos. As olheiras estão maiores. Chorou, esta noite. Repetem apenas para ela e esperam.'
Moderato Cantabile, Marguerite Duras 

3 6 7 2 4 5 1

Aviso: Esta publicação carece de Magnólias.

31.5.16

Barcelona es poderosa


há uns anos atrás foi Barcelona que me colocou verdadeiramente um mapa na mão. a primeira viagem fora das asas dos pais.
foram sete dias a calcorrear a cidade com a minha Lolita. a pasmar com o espírito, a saborear a diversidade, a absorver a diferença. guardarei sempre essa experiência, cheia de histórias dentro, no lugar mais quente da minha memória.

voltei mais três vezes, é pouco. Barcelona merece que se volte mais.
no sábado, enquanto caminhava pelas suas ruas imaginei-me a viver ali. imaginei-me a ser mais do que uma espectadora.
tudo me encanta em Barcelona assim como esta música que lhe assenta na perfeição.

29 25 24 28 23 38 15 21 26 30 17 18 4 39 11 43 47 9 10 7 5 6 42


Barcelona
maio, 2016