O José


Chamo-me Mafalda e este é o José.
O José não é uma pessoa, mas também não gosto de pensar que é um blogue.
É masculino, mas não é másculo. É meu, mas não me pertence.
O José não sabe preparar um naco de vitela no ponto, nem falar de sumos detox. Se comesse (e o José não come) o seu prato preferido seria bacalhau à moda de qualquer coisa ou arroz de cabidela. O José também gostaria de fritas de abóbora ou uma salada de morangos regada com sumo de lima e gengibre.
O José gosta de roupa, mas não gosta de falar dela em púbico. Acha feio.
O José não gosta de fazer exercício físico e jamais falaria sobre isso. (Ainda bem que o José não come.)
O José não fala sobre o que o deixa triste porque nunca está triste.
Atenção, repito: O José não é uma pessoa.
O José gosta de ler. É eclético, lê Harry Potter com o mesmo entusiasmo que lê Crime e Castigo ou Orgulho e Preconceito. O José também gosta de fazer puzzles, de viajar e de tirar fotografias.
Sim, o José fala sobre isso.
Mas é preciso dizê-lo: o José é um Amador. Gosta mas não sabe porque gosta. Simplesmente gosta e gosta de gostar. Sente, reflete e absorve.
O José sente e é por isso que não gosto de pensar que ele é um blogue.
O José gosta de pessoas, de música, de filmes e fotografias que o inspiram. Fala sobre isso, mas não fala muito.
O José partilha, mas o José também é preguiçoso e gosta/precisa de silêncio. Bem, talvez seja eu quem gosta do silêncio e ele sofre um pouco com isso... neste ponto não consigo ser precisa.
O José é bucólico e gosta das folhas do Outono e das pétalas da Primavera.
O José gosta de palavras e gostava de dizer "constelações" mais vezes.
O José é meu, mas não sou eu. É o José.
Se o José falasse (e o José fala) diria:
Olá, eu sou o José. Bem-vindos a mim.


Sem comentários :

Enviar um comentário